Registos

Nas instituições

Seminário Memória e Esperança

Seminário Memória e Esperança

Local: Escola Superior de Enfermagem São José de ClunyData: 22.10.2021 A Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny juntou-se ao movimento Memória & Esperança e promoveu, em parceria com o Instituto de Mediação Familiar da Madeira, um seminário sobre o tema....

Igreja Paroquial de São José em Ponta Delgada

Igreja Paroquial de São José em Ponta Delgada

Local: Igreja Paroquial de São José - Ponta DelgadaData: 23.10.2021 Um casal das Equipas de Nossa Senhora leu um texto explicativo da iniciativa, ao que se seguiu o acender de velas e um momento de oração introspetiva por todos os participantes da Eucaristia. "As...

Um passado presente… Uma esperança no olhar

Um passado presente… Uma esperança no olhar

Local: Biblioteca de AlcântaraData: 22.10.2021 A Junta de Freguesia de Alcântara (JFA), representada pela Universidade Alcântara Sénior (UAS), associa-se à iniciativa Memória & Esperança, com a apresentação desta performance artística. Memória & Esperança...

VII Ciclo de Saúde Mental do Fundão- Luto em tempo de pandemia

VII Ciclo de Saúde Mental do Fundão- Luto em tempo de pandemia

Local: Unidade de Cuidados na Comunidade do FundãoData: 22 a 24 de outubro de 2021 Fotos referentes à jornada Memória e Esperança nos dias 22/23 e 24 de outubro de 2021. De referir que em todas as atividades e conferências no âmbito do VII Ciclo de Saúde Mental do...

Encontro aberto do Grupo de Animação Comunitária

Encontro aberto do Grupo de Animação Comunitária

Local: Campo de Ourique, LisboaData: 22.10.2021 No dia 23/10/2021, o Grupo de Animação Comunitária (GAC) realizou um encontro aberto na Padaria do Povo, em Campo de Ourique, Lisboa, entre as 10h30 e as 16h, encontro este que se integrou na Jornada de Memória e...

Junta de Freguesia da Penha de França

Junta de Freguesia da Penha de França

Local: Junta de Freguesia da Penha de França (Lisboa)Data: 24 de outubro de 2021 Terminou hoje a jornada nacional Memória & Esperança, que recordou todas as pessoas que direta ou indiretamente foram atingidas pela pandemia. E que também afirmou a esperança “no...

Teatro Metaphora – Associação de Amigos das Artes

Teatro Metaphora – Associação de Amigos das Artes

Local: Estreito de Câmara de LobosData: 27.10.2021 Juntámos um grupo de voluntários e fomos ao Estreito de Câmara de Lobos plantar uma árvore em memória das vítimas mortais da COVID-19, num dos jardins da freguesia. As árvores, símbolo da vida, crescendo sempre em...

Mulheres com Memória e Esperança

Mulheres com Memória e Esperança

Local: Vila Verde, SintraData: 23.10.2021 A Aliança Evangélica Portuguesa (AEP) associou-se à Jornada Memória e Esperança, recordando as vítimas da covid-19 e esperançosos quanto ao futuro. Neste contexto, o presidente da AEP, António Calaim, participou no sábado, 23,...

Santuário de Fátima

Santuário de Fátima

Local: Santuário de FátimaData: 23.10.2021 Em todas as misas do dia 23 e na missa das 11h00, no dia 24, foi lida uma prece na Oração dos Fiéis, alusiva a esta jornada de Memória e Esperança.  No vídeo seguinte vemos o momento extraordinário de toque de finados no...

Por todos e todas!

Por todos e todas!

Local: Viana do CasteloData: 23.10.2021 A Iniciativa teve 3 momentos, que decorreram durante o dia de Sábado na Comunidade de Inserção do Gabinete de Atendimento à Família de Viana do Castelo, com os seus utentes, com o intuito de honrar todos aqueles que não...

Nas escolas

Da Memória à Esperança – Albergaria-a-Velha

Da Memória à Esperança – Albergaria-a-Velha

Local: Agrupamento de Escolas de Albegaria-a-VelhaData: 22.10.2021 O Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha abraçou a jornada cívica nacional “Memória & Esperança”, convidando os alunos a escreverem mensagens de agradecimento e reconhecimento endereçadas aos...

Árvore da Memória e Esperança

Árvore da Memória e Esperança

Local: Agrupamento de Escolas de PardilhóData: outubro de 2021Árvore Memória & EsperençaPublish at CalameoOutros registos

Arco Maior – Vila Nova de Gaia

Arco Maior – Vila Nova de Gaia

Local: Vila Nova de GaiaData: 22 a 24 de outubro de 2021 O vídeo em baixo retrata a iniciativa havida no âmbito da dinâmica socioeducativa Arco Maior na cidade de Vila Nova de Gaia.Outros registos

Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro

Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro

Local: Agrupamento de Oliveira do BairroData: 22.10.2021 O Departamento de Línguas, a disciplina de Ambiente e Sociedade e a Biblioteca escolar aderiram ao projeto "Jornada memória e esperança", com o alto patrocínio de sua Exª o Presidente da República, para...

Agrupamento de Escolas D. Dinis – Leiria

Agrupamento de Escolas D. Dinis – Leiria

Local: Agrupamento de Escolas D. Dinis - LeiriaData: outubro/novembro de 2021   O Agrupamento de Escolas D. Dinis celebrou esta iniciativa construindo um Mural que contou com a participação de toda a comunidade educativa (alunos, pessoal docente e não...

Escola Secundária Dona Luísa de Gusmão

Escola Secundária Dona Luísa de Gusmão

Local: Escola Secundária Dona Luísa de Gusmão, LisboaData: outubro de 2021 Os poemas escolhidos para o memorial foram (que estavam na mesa e no cavalete por cima do cartaz das jornadas): Na hora de pôr a mesa, éramos cincoDe Luís Peixoto na hora de pôr a mesa, éramos...

Agrupamento de escolas de Avis

Agrupamento de escolas de Avis

Local: Agrupamento de Escolas de AvisData: 20.10.2021 A atividade decorreu entre as 11h30 e as 12h10. Foram convidados o Presidente da Câmara de Avis, o Diretor do Centro de Saúde de Avis, o Coordenador da Unidade Cuidados na Comunidade e o Comandante dos Bombeiros...

Escola São Pedro – Vila Real

Escola São Pedro – Vila Real

Local: Escola Secundária São Pedro - Vila RealData: outubro de 2021 - Cerimónia de homenagem, da Escola Secundária São Pedro, às vítimas da pandemia. - Içar da bandeira da Escola - Leitura de mensagens elaboradas pelos alunos “O Jardim da Memória” - Sementeira, na...

Ramos de Esperança – Escola Básica e Secundária de Anadia

Ramos de Esperança – Escola Básica e Secundária de Anadia

Local: Escola Básica e Secundária de AnadiaData: 28.10.2021 Iniciativa integrada na jornada "Memória e esperança" que ajudou a concretizar o projeto ”Enraíza-te na Escola” integrado no Compromisso Verde da Juventude da Escola Básica e Secundária de Anadia. No dia 28...

Jornada Memória e Esperança em Gondifelos

Jornada Memória e Esperança em Gondifelos

Local: Agrupamento de Escolas de GondifelosData: outubro de 2021 Os alunos do oitavo ano do Agrupamento de Escolas de Gondifelos abraçaram a inciativa “Jornada Memória e Esperança”. Nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento, os alunos refletiram sobre diversos aspetos...

Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa

Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa

Local: Escola Profissional Agrícola Quinta da LageosaData: 22.10.2021 Hoje, 22 de outubro, realizámos a atividade "Memória e Futuro", inserida na iniciativa Jornada de Memória e Esperança, uma homenagem aos que nesta pandemia morreram, sofreram, e lutaram. Assim...

Agrupamento de Escolas Miguel Torga – Bragança

Agrupamento de Escolas Miguel Torga – Bragança

Local: Agrupamento de Escolas Miguel Torga - BragançaData: 22 de outubro de 2021 O Agrupamento de Escolas Miguel Torga efetuou uma ação da qual constou um minuto de silêncio e a plantação de um carrasco, árvore autóctone e protegida, ficando a simbolizar, não só, uma...

Jornada Memória & Esperança no Externato Frei Luís de Sousa

Jornada Memória & Esperança no Externato Frei Luís de Sousa

Local: Externato Frei Luís de Sousa (Almada)Data: 22 a 24 de outubro de 2021 O Externato Diocesano Frei Luís de Sousa associou-se à Jornada Nacional Memória & Esperança, celebrada nos dias 22 a 24 de outubro, com o evento “LEVANTAT-TE E… AGRADECE com memória e...

“Unidos na Memória num caminho de Esperança”

“Unidos na Memória num caminho de Esperança”

Local: Gafanha da EncarnaçãoData: 22 de outubro de 2021 “Unidos na Memória num caminho de Esperança” foi o lema adotado pelo Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação (AEGE) na Jornada Nacional Memória & Esperança, na qual se homenagearam as vítimas...

Bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas de Arouca

Bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas de Arouca

Local: AroucaData: 22 a 24 de outubro de 2021 As Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Arouca celebraram esta iniciativa com a sua divulgação na Nota Informativa (enviada a toda a comunidade educativa) e do seu blogue "BiblioESA2": Jornada Nacional...

Conservatório de Música de Sintra

Conservatório de Música de Sintra

Local: Conservatório de Música de SintraData: 25.10.2021 No dia 25 de outubro, durante a manhã, os alunos do Jardim de Infância e do 1º Ciclo do ensino básico do Conservatório de Música de Sintra inauguraram uma exposição/instalação de máscaras com desenhos e...

Escola Francisco Franco

Escola Francisco Franco

Local: Escola Francisco Franco, FunchalData: 23.10.2021 Na Escola Francisco Franco a Jornada correu muito bem e conseguimos concretizar todos os objetivos. No facebook e instagram da escola e da LEIA FF (revista da escola) continuam a ser publicados...

A pandemia, os media e nós

A pandemia, os media e nós

Local: Agrupamento de Escolas de Vendas NovasData: 21.10.2021 O Agrupamento de Escolas de Vendas Novas participa nesta jornada cívica nacional com o tópico A pandemia, os media e nós. Na biblioteca, a visualização de um vídeo realizado por uma aluna, no âmbito do...

Mural – Externato da Luz

Mural – Externato da Luz

Local: Externato da LuzData: 21 a 24 de outubro de 2021 O Externato da Luz associou-se à iniciativa Jornada Memória & Esperança a decorrer entre os dias 21 e 24 de outubro de 2021. Esta iniciativa pretende fazer memória de todas as vítimas da pandemia COVID-19 e...

Tão bom ver-te sorrir!

Tão bom ver-te sorrir!

Local: Agrupamento de Escolas Luis Sttau Monteiro, LouresOlá avó, como está? Escrevo-lhe esta carta, porque quero-lhe falar sobre a minha experiência com a covid-19. Há pouco tempo faleceu a D. Alexandrina com coronavírus, mas o avô pode não ter tido coronavírus e se...

Nas ruas

Memória e Esperança em Arouca

Memória e Esperança em Arouca

Local: AroucaData: 18 a 24 de outubro de 2021 Programa Segunda, dia 18 de outubro 9,30 h – As motivações da realização da Jornada Memória e Esperança (Dr. António Teixeira Coelho), na Rádio Regional de Arouca Quarta, dia 20 de outubro 9,30 h – Como vivemos com as...

Associação de Moradores do Monte Formoso

Associação de Moradores do Monte Formoso

Local: Associação de Moradores do Monte Formoso, CoimbraData: 26.10.2021 A Associação de Moradores do Monte Formoso associou-se à Jornada Nacional de "Memória & Esperança 2021”, que teve como objetivo principal homenagear todas as vítimas da pandemia e agradecer a...

Documentos

Intervenção de encerramento - Inês Espada Vieira, Comissão Promotora da Jornada

A primavera de 2021 trouxe-nos o desejado encanto viçoso e verde da natureza, temperaturas mais amenas depois de um inverno particularmente frio, e o lento, mas certo, estender da luz do dia. Trouxe-nos também aos poucos a visão luminosa do fim da incerteza, do medo, do isolamento, a que a pandemia da covid-19 nos tinha votado.

Naquela época – há poucos meses, há muito tempo –, a confiança nas instituições democráticas e na ciência levou um grupo de cidadãos a preparar um Manifesto para apresentar a proposta de uma jornada que
pudesse assinalar esse futuro que a primavera nos deixava entrever. Todos queríamos passar a página, mas nesta história não podíamos saltar capítulos.

Os cem primeiros autografantes deste Manifesto são de algum modo um bocadinho do nosso País, diverso e unido. Entre eles, jovens (ainda) desconhecidos, gente de várias cores, mulheres e homens de diferentes culturas religiosas, imigrantes, novos e velhos, continentais ou ilhéus.

Este grupo de cidadãos tornou público um documento com algumas reflexões que nos orientariam num itinerário do luto à esperança; não por querer apresentar um programa de atividades, antes para fazer um convite: querem juntar-se? As iniciativas destes três dias são uma resposta clara.

Por isso, desde que foi apresentado, o Manifesto esteve logo aberto a que mais pessoas e organizações marcassem com o seu nome a presença única de cada biografia.

Falo em nome da organização desta Jornada usando o nós, a primeira pessoa do plural. Faz todo o sentido usá-lo também porque a pluralidade é uma evidência: desde logo, como já referi, o País plural e aberto representado nos primeiros signatários do Manifesto, a variedade das iniciativas promovidas em diferentes lugares e comunidades, os muitos testemunhos que temos vindo a recolher, as distintas formas de estar
presente nesta Jornada.

A vivência da pandemia foi singular e plural. Nós certamente não tivemos uma experiência unívoca desde março de 2020. O tempo não foi sempre o mesmo, nós não fomos sempre os mesmos. Faremos balanços diferentes daquilo por que passámos, num plano íntimo e reservado.

A memória, porém, tem também uma dimensão pública.

A proposta desta Jornada procurou partir dessa constatação, sintetizada numa frase que usámos em algum material de divulgação: “A pandemia não te aconteceu só a ti!”

Por isso, aqui estamos, tu, eu, nós, vós, eles, declinando em todas as pessoas esta incomum experiência comum (comum não significa igual).

A memória coletiva está profundamente ligada à identidade de um grupo, à identidade da nação. Olhar em conjunto para o passado recente é um momento cívico essencial. Essa matéria memorialística será com o
tempo (e pelas pessoas) reorganizada, selecionada, numa narrativa dinâmica, como são sempre as da memória, que se junta a tantas outras que contam a nossa identidade coletiva.

Sem memória não há futuro, sabemo-lo bem.

Todavia, cremos também que o futuro se constrói no presente.

Estar aqui. Agora. Juntos.

Repito, aqui, agora, juntos.

E por isso, estamos aqui construindo um novo dia, erguendo, a uma só voz, os remos da galera.

Escreveu-o em verso António Gedeão: Porque o dia constrói-se, não se espera (“Escopro de vidro”, Máquina de Fogo, 1961)

Viemos honrar os nossos mortos e agradecer o compromisso de quem nunca parou: profissionais de saúde, dos transportes ou da recolha do lixo, bombeiros ou forças de segurança, padeiros e agricultores, professores, jornalistas, psicólogos, eletricistas, canalizadores e caixas de supermercado, e outras profissões que se revelaram essenciais e que estão hoje aqui presentes. Dizemos publicamente que, como país, vos estamos muito gratos.

Viemos também afirmar a nossa esperança. Deixamos como sinal duas árvores. É um sinal, um anúncio, uma promessa a crescer, a construir-se. É e será a marca exterior de sentimentos profundos de saudade e gratidão. É também a esperança nu futuro comum mais solidário e mais justo. Um horizonte inspirado em tantas ações concretas que testemunhámos e de que fomos protagonistas durante o último ano e meio.

Reconhecendo as nossas fragilidades, procuramos sempre ser melhores. E não de forma lírica ou imaginada: ser melhores concretamente. Na qualidade da nossa democracia, na educação, no trabalho, na assistência na saúde, na cultura, na erradicação da pobreza, no apoio à infância e à velhice, na luta contra a desigualdade de género e contra o racismo, na participação cívica inclusiva, na procura de uma economia realmente sustentável, no cuidar do Planeta, a nossa Casa Comum. A pandemia revelou muitas das fragilidades nestas e noutras áreas. O que faremos com o diagnóstico das nossas fraquezas, com a evidência do que nos falta?

Se não aprendemos nada com a pandemia, estaremos diante de uma oportunidade perdida. E já perdemos tanto neste tempo.

Aproveitemos o momento para afirmar a esperança. Afirmar, assim, com a voz firme de uma declaração solene, com as letras todas de um compromisso sólido. Afirmar com ações esta fiel dedicação à honra de estar vivo (Jorge de Sena, “Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya”, 1959).

Ecoam ainda as palavras de José Tolentino Mendonça, a 13 de maio de 2021, em Fátima. Dirigiam-se aos jovens, mas creio que são um apelo a todos nós.
Transformo-o em imperativo na primeira pessoa do plural: […] ousemos sonhar um mundo melhor. Sintamos que o futuro depende da qualidade e da consistência dos nossos sonhos.

Clique para fazer o download em formato PDF.

Nos media